Robôs,RealidadeAumentadaeAlgoritmos:enfrentandoodesafiodaentrega

As vendas online vão certamente bater recordes durante a temporada de compras de final de ano nos EUA. Isso significa que as empresas de transporte e logística estão sendo testadas mais uma vez. Para atender à demanda por entregas rápidas, econômicas e centradas no consumidor, elas estão investindo em tecnologia e em pessoas. A DHL, maior empresa de logística do mundo, informou na quinta-feira, 30/11, que prevê um crescimento do volume de entregas entre 15% e 40% em suas quatro unidades de logística nos EUA. Ela deve empregar cerca de 6.000 trabalhadores sazonais adicionais para suportar o aumento da demanda e está testando robôs. Em parte para ajudar a treinar funcionários e aumentar a precisão da escolha de pedidos, a empresa também está usando tecnologias de realidade aumentada. Os óculos, que permitem que os funcionários mantenham suas mãos livres, os guiam para pegar os produtos corretos e colocá-los nas cestas certas. A UPS, enquanto isso, está usando "tecnologia avançada de digitalização e classificação de pacotes que aumenta a velocidade, precisão e eficiência do processamento" e "permite a flexibilidade de roteamento de pacotes". A FedEx está usando tecnologias de sensores que ajudarão a garantir o "uso máximo de espaço de reboque" durante o processo de carregamento. Fonte: eMarketer Retail

Eventos

06 Mar, 18
05 Abr, 18
Veja todos os cases