AnovaordemétirarproveitodoBigDataparaacomunicação

Amplamente utilizado em áreas como tecnologia da informação, o Big Data conta com cenários de possibilidades imensuráveis em várias frentes da comunicação (do online ao offline). O jornalista Wellington Johann lembra que o Big Data já é explorado por áreas como o marketing para a geração de leads e análise de mercado e concorrência. Mas, na comunicação em seu sentido mais amplo ainda há uma certa resistência na aplicação do Big Data para geração de informações relevantes, conteúdos e estratégias de relacionamento com a mídia ou dela com os leitores. O Big Data depende da capacidade tecnológica – que ainda depende de um investimento significativo – e da formação humana para extrair e analisar esse mundo de dados gerados. Johann diz que o Big Data pode ser aplicado também na comunicação corporativa para avaliar e planejar ações direcionadas para o mercado do seu cliente. Nas agências de publicidade, o Big Data será capaz de alinhar a campanha com o mercado de cada cliente e delimitar ainda mais o público-alvo que será impactado. E, no Marketing Digital, pode ser utilizado para definição de público e insights para ações de relacionamento nas redes sociais, por exemplo. Ou, ainda, melhorar as técnicas de SEO repensando os conteúdos e os seus formatos. Uma nova geração de conteúdos pensados para a internet surge com o desembarque do Big Data na comunicação. O mobile também será repensado e terá sua performance otimizada. E tudo isso gerará ainda mais dados e informações para análise. Dados de 2017 do Latin American Communication Monitor (LCM) apontam que menos de 20% dos departamentos e agências de comunicação já estavam implementando atividades com Big Data. Os profissionais que não utilizam o Big Data justificam que lhes falta habilidade e o tempo para analisar seu funcionamento. Em resumo, é preciso aprofundar o tema na área com urgência. Quem estiver disposto a buscar capacitação e conhecimento sobre o tema sairá na frente. Ou seja, a empresa que não estiver aberta e não investir em tecnologia e conhecimento, provavelmente será engolidos por essa onda e perderá dinheiro. Fonte: CIO

Eventos

06 Jun, 18
26 Jun, 18
Veja todos os cases