Embreve,usuáriosdoLinkedInpoderãopublicarvídeosemseusfeeds
Patrocinado por

O LinkedIn finalmente permitirá que seus usuários subam vídeos diretamente em seus feeds através do app móvel. Na quinta, 13/07, a rede voltada para o público profissional começou a testar o recurso com um pequeno número de usuários nos EUA. Os vídeos rodarão automaticamente nos feeds dos usuários com o som desligado, mas essa exibição automática poderá ser desabilitada nas configurações das contas. A empresa planeja expandir o recurso de compartilhamento de vídeos para todos os usuários "nos próximos meses", de acordo com um porta voz do LinkedIn. Ele também acrescentou que os vídeos poderão ser horizontais ou verticais e ter até 10 minutos de duração, embora as melhores práticas aconselhem manter a duração entre 30 segundos e 5 minutos. Da mesma forma que Facebook YouTube, Instagram e Twitter, as pessoas poderão ver quantos views, likes e compartilhamentos os vídeos receberão. Além disso, o LinkedIn dará aos usuários informações sobre quem viu o vídeo, como as empresas onde trabalham e seus cargos. Não será uma lista completa, no entanto, apenas uma seleção dos principais. É o tipo de informação que pode não interessar a um criador de YouTube ou a alguém que publicou as gracinhas dos filhos no Facebook, mas é bem importante para o público do LinkedIn. Fonte: Marketing Land

Eventos

08 Ago, 17
Veja todos os cases