Imprensarepercuteestudoglobalsobreusodedadosnomarketingenapublicidade
Patrocinado por

 

Na semana passada, a ABEMD divulgou a terceira edição do estudo The Global Review of Data-Driven Marketing and Advertising. A pesquisa foi realizada entre julho e outubro de 2016 e ouviu cerca de 3.200 profissionais de marketing que atuam em anunciantes, prestadores de serviços e desenvolvedores de tecnologia de 18 países dos cinco continentes. No Brasil, a iniciativa foi coordenada pela ABEMD e obteve respostas de 785 profissionais, o que coloca o país em primeiro lugar em relação ao número de respondentes. Falando ao Propaganda e Marketing, Efraim Kapulski, presidente da ABEMD, comentou: "Estamos muito felizes por participar desse projeto tão importante. O uso de dados deixou de ser uma atividade exclusiva de TI para ser a expressão do marketing contemporâneo."

A mais importante constatação do estudo foi que o que era antes uma prática isolada e apoiada nos métodos legados pelo marketing direto agora desempenha um papel proeminente no desenvolvimento de propostas de valor, mensagens e experiências que abrangem praticamente todos os pontos de contato do cliente. 79,6% dos entrevistados globais acreditam que os dados dos clientes são críticos para seus esforços de marketing e publicidade. No recorte brasileiro, 73% dos profissionais ouvidos afirmaram estar confiantes no valor que o marketing orientado por dados representa para seus negócios hoje e em relação ao futuro.

A Matéria publicada, na integra, pode ser acessada em: http://abemd.org.br/interno/Pesquisa-Mundial-Marketing-Orientado-Por-Dados-Propmark.pdf

Veja mais sobre a Pesquisa Mundial de Marketing e Dados 2016 em: http://abemd.org.br/pesquisa-mundial-global-dma-2016

Veja todos os cases