Twitteranuncianovaabordagemcontratrolls

Twitter está dando o que pode ser o seu maior passo na tentativa de reprimir o problema perene de conteúdo odioso e abusivo. E está atacando em duas frentes. Agora, a empresa pode optar por tornar alguns tuítes menos visíveis em respostas e resultados de pesquisa. Além disso, está usando mais do que apenas o texto do tuíte para decidir como destacá-lo. Os novos fatores que vão influenciar incluem se alguém está tuitando para um seguidor, se o autor do tuite verificou a conta com um endereço de e-mail real e se o autor inscreveu-se para várias contas de uma só vez. "Esses sinais agora serão considerados na forma como organizamos e apresentamos conteúdo em áreas comuns, como conversa e busca", disse o Twitter em seu blog. "O resultado é que as pessoas que contribuem para a conversa saudável serão mais visíveis em conversas e pesquisas." Isso é importante porque, no passado, usuários do Twitter relataram contas e postagens abusivas várias vezes, apenas para serem informados de que um tuíte em particular não violava os termos de serviço do Twitter. Isso muitas vezes era verdade --mas não precisa ser a única métrica. E já está obtendo resultados. O Twitter diz que os testes do novo sistema mostraram uma melhoria de 4% a 8%, medida por menos pessoas que relatam conteúdo abusivo. Os analistas alertam, porém, que é necessário cuidado na implementação, pois há o risco de silenciar vozes minoritárias impopulares, particularmente se os usuários encontrarem maneiras de desafiar o sistema para prejudicar seus críticos. A conclusão: o Twitter foi criticado no passado por não fazer o suficiente. Desta vez está tentando algo novo. Vamos ver como isso funciona. Fonte: Axios

Eventos

22 Ago, 18
23 Ago, 18
Veja todos os cases