Internetdascoisas:éagoraoununca?

A internet das coisas (IoT) é realidade para muitas empresas. Os aparelhos, cada vez mais conectados à rede mundial de computadores, executam funções que facilitam o nosso dia a dia e trazem mais eficiência, produtividade e novas oportunidades de negócios. Segundo estudos recentes, a estimativa é que até 2.020 cerca de 50 bilhões de coisas estejam conectadas por meio de sensores e redes de comunicação sem fio, transmitindo em tempo real uma infinidade de dados, que já revolucionou a forma como a sociedade se relaciona e comunica. São inúmeros os exemplos sobre a aplicação da IoT aos diferentes modelos de negócios. Na agricultura, por meio de sensores, drones e satélites integrados a plataformas de dados (dashboards), já é possível obter informações precisas sobre o nível de chuvas, incidência solar, avanço do plantio e presença de pragas, otimizando as etapas do ciclos produtivos no campo. No setor de logística, o acompanhamento em tempo real de entregas e movimentação de cargas com integração ao estoque vem permitindo mais eficiência e menos desperdícios para as empresas. A IoT é também uma grande aliada na construção das chamadas Cidades Inteligentes. Para auxiliar a mobilidade, por exemplo, é possível criar pontos de ônibus que monitoram o tráfego das linhas para melhor atender os usuários; parquímetros com sistemas inteligentes que informam aos motoristas onde há vagas disponíveis pela cidade e, ainda, semáforos capazes de “conversar” com carros e vias, tornando o trânsito mais inteligente para todos. Os empresários que ainda não se deram conta das oportunidades de negócios geradas pela IoT correm o risco de ficar para trás. Segundo levantamento da revista The Economist, 75% dos líderes de negócios globais estão explorando as oportunidades econômicas da Internet das Coisas para criar novos produtos ou aprimorar os serviços já existentes. No Brasil, estudo, realizado pelo BNDES e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações aponta que, até 2025, o impacto potencial do uso da IoT será de US$ 50 bilhões a US$ 200 bilhões por ano, valor que deve representar cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. A Desenvolve SP, a agência de fomento do Estado de São Paulo, coloca à disposição de empresas paulistas da área de tecnologia ou do mercado tradicional quatro linhas de crédito especiais para projetos de inovação radical ou incremental. As taxas de juros partem de zero% ao mês com prazos de até 120 meses para pagar, sendo dois anos de carência. Os empresários com dificuldade de apresentar garantias para tomada do financiamento ainda podem optar pela contratação de Fundos Garantidores. Todo o processo de financiamento, do pedido à aprovação, é feito pelo site www.desenvolvesp.com.br. O empresário se cadastra no ícone “Solicitações Online”, envia o seu projeto de investimento e fornece toda a documentação necessária para a análise da instituição de forma totalmente segura e transparente. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone: (11) 3123 0464 ou pelo e-mail atendimento@desenvolvesp.com.br. Fonte: IT Forum 365

Eventos

Veja todos os cases