Investiremtecnologiamóveléprioridademáximapara55%dasempresasbrasileiras

A Zebra Technologies Corporation divulgou os resultados de seu mais recente estudo, O Futuro das Operações de Campo, que revela que o investimento em tecnologia móvel é prioridade máxima para 55% das empresas brasileiras e uma prioridade crescente para outras 41%, a fim de acompanhar a rápida evolução e a crescente demanda dos clientes. O estudo ainda indica que os investimentos serão feitos em tecnologias disruptivas e em dispositivos móveis corporativos com o objetivo de melhorar a produtividade dos trabalhadores e a satisfação dos clientes em todas as etapas da operação de campo, incluindo gerenciamento de frota, serviços de campo, comprovantes de entrega e fluxos de envio direto para a loja. “Impulsionada pelo e-commerce, a indústria de operações de campo está adaptando a maneira como olha para seu investimento em tecnologia móvel de maneira rápida”, afirma o Gerente Geral da Zebra Technologies Brasil, Vanderlei Ferreira. “Nosso estudo mostra como os crescentes desafios relacionados à economia sob demanda levam as empresas a adotar tecnologias transformadoras e disruptivas, como realidade aumentada e rótulos inteligentes, desenvolvendo inteligência de negócio integrada e visibilidade que se traduzem em vantagem competitiva.”
Outros destaques do estudo: equipar os funcionários da linha de frente com dispositivos móveis corporativos continua sendo uma prioridade para se manter competitivo -- o crescimento previsto é de 16% para 53% de empresas usam dispositivos móveis corporativos na maioria de suas operações de campo. A maioria das companhias pretende investir em computadores portáteis e tablets robustos. Quase 47% dos entrevistados afirmam que os custos de gerenciamento e suporte de dispositivos são importantes, bem como atendimento ao cliente (37%), andamento do ciclo de vida do dispositivo (32%) e custos de reparo (40%). Estes fatores influenciam cada vez mais o ciclo de compras, mostrando que aqueles que não fornecem um valor claro ou não podem controlar esses custos serão rapidamente ultrapassados por aqueles que o fazem. A pesquisa mostra que oito em cada dez organizações concordam que as redes móveis mais rápidas serão um fator-chave para os investimentos em operações de campo, já que vão permitir o uso de tecnologias disruptivas e uma mudança significativa no jogo da indústria serão os droides e drones, com mais de um terço dos tomadores de decisão citando-os como os maiores disruptores. Fonte: diário do comércio

Eventos

19 Fev, 20
28 Fev, 20